História - 2018

Display:

RESUMO

Esta pesquisa teve como objetivo levar os jornais como ferramenta e fontes para o ensino de história, com métodos que possam facilitar a dinâmica entre educador e educando. O jornal como fonte histórica e de pesquisa traz relatos que ocorreram a muitos anos atrás e por ele ser um veículo de informação utilizado a anos ele tem credibilidade atualmente, pois antes ele não era visto como uma fonte segura. Sendo assim pode ser abordado em sala de aula, sobre assuntos que marcaram a história do país. No Brasil a ditadura militar foi marcada por vários acontecimentos como coloca Fonseca (2003), na qual o autor mostra os dois lados do regime. Em sala de aula o tema é abordado, mas não tão universalizado mostrando os vários pontos existentes e duradouros dos mais de 20 anos do mesmo, como coloca Bittencourt (2009). Este artigo está dividido em 2 partes na qual estão presentes a história do jornal impresso no Brasil até o período da ditadura e a Propostas de utilização de jornais nas aulas de história para as turmas do 3° ano do ensino médio da EEEFM Dr. Ulisses Guimarães, localizada na cidade de Belém/PA.

RESUMO

O objetivo deste trabalho é valorizar o símbolo e a representação do Patrimônio Público que é o Ver-o-Peso, considerando o que ele representa para Cultura paraense. Essa feira ao ar livre é importante tanto para quem trabalha nela quanto para seus frequentadores. Discutir-se-á, com base nas representações populares, de que forma as estratégias de gestão política se apropriam dos valores ligados a memória histórica. Não é intuito deste trabalho apenas falar sobre o início da reforma na gestão de Edmilson Rodrigues, mas compreender a partir desta como os valores de cultura dentro do Patrimônio Histórico nos permite agregar na sociedade a importância do aspecto imaginário com contexto apropriado a seu histórico. Entenderemos que o local traz um sentimento de apego, fazendo com que o Ver-o-Peso não seja uma simples feira na capital paraense.